Citation

3731 total record number 2 records this year

Estudo neuroanatmico da zona subparaventricular (ZSPV) do sagui (Callithrix jacchus): consideraes sobre sua citoarquitetura, neuroqumica e projees retinianas, bem como sua relao com o sistema de temporizao circadiana expandido

Neto, D;Pacheco, S;

Resumo:  O sistema de temporizao circadiana (STC) composto por um conjunto de estruturas neurais responsveis pela gerao e modulao dos ritmos circadianos dos seres vivos. O ncleo supraquiasmtico (NSQ) do hipotlamo a estrutura geradora da ritmicidade circadiana, sendo o ciclo claro-escuro (CE) ambiental de 24h seu principal sincronizador. O NSQ gera a expresso de ritmos circadianos em diversas estruturas neurais dienceflicas, telenceflicas e do prosencfalo basal. Recentemente, vem sendo proposto o conceito de STC expandido, considerando-se que existem aproximadamente 100 estruturas neurais que poderiam compor esse sistema. Das diversas regies envolvidas nesse contexto, a zona subparaventricular (ZSPV), principal eferncia do NSQ, vem recebendo destaque, apesar de ainda pouco estudada, sobretudo em espcies de primatas, como o sagui (Callithrix jacchus). O objetivo do nosso estudo caracterizar sua citoarquitetura e composio neuroqumica, alm de mapear aferncias retinianas para a ZSPV de saguis. Para tanto, cortes frontais do encfalo de saguis foram submetidos colorao atravs do mtodo de Nissl, bem como tcnicas imunohistoqumicas. A partir dos nossos resultados, pudemos caracterizar a citoarquitetura da ZSPV nessa espcie atravs do mtodo de Nissl e imunorreatividade para as protenas nuclear neuronal especfica (NeuN) e acdica fibrilar glial (GFAP). Identificamos a ZSPV no sagui localizada entre as pores dorsais e caudais do NSQ, desde o seu nvel mdio de corte, e pores ventrais do ncleo paraventricular do hipotlamo (NPVH), distribuindo-se lateralmente ao III ventrculo, ocupando pores periventriculares. O contedo neuroqumico de protenas ligantes de clcio demonstra uma presena mais acentuada de neurnios imunorreativos calbindina (CB+), quando comparado aos neurnios imunorreativos calretinina (CR) e a no marcao para a parvalbumina (PV). Os neurnios CB+ apresentam um trajeto dorsolateral e ocupam regies ventromedial, ventrolateral e ventrolateral perisupraquiasmtica da ZSPV. Tambm foi possvel observar na poro ventromedial da ZSPV fibras neurais imunorreativas ao neuropeptdio Y (NPY), enzima descarboxilase do cido glutmico (GAD) e substncia P (SP), ao passo que nas pores ventrais e dorsais da ZSPV observamos fibras imunorreativas a 5-HT. A subunidade 1 do receptor de glutamato (GluR1) est fortemente presente na ZSPV dorsal. Ainda observamos uma distribuio bilateral de terminais axnicos do trato retinohipotalmico (TRH) imunorreativos para a subunidade b da toxina colrica (CTb), o que demonstra projeo da retina para a regio ventral e ventrolateral perisupraquiasmtica. Apesar de no termos realizados experimentos funcionais, a clara presena de CB na ZSPV do sagui, sua relao ntima com o NSQ e NPVH, aliados aos dados disponveis na literatura, coloca a ZSPV do sagui como uma importante regio do STC expandido.